Crianças paradas na quarentena? Não, com a CRIA Brincar de Treinar – Criança na Plateia

O nome é sugestivo: cria está relacionado com sua cria, seu filho, seu pequeno. E também pode ter relação com criatividade. Porque é isso que eles tem de sobra para colocar os pequenos em movimento.

E talvez seja isso que muitas famílias estão precisando levar para dentro de casa nesse período de isolamento social: movimento. As crianças estão em sua maioria imersas em tecnologia: assistir a filmes, a séries, a aulas remotas. Também usam a tela para interagir com familiares e até os amigos.

Mas e se a tecnologia conectasse sua criança com esporte e brincadeira? Essa é a ideia da CRIA Brincar de Treinar, que oferece diferentes aulas presenciais em São Paulo e que na pandemia da covid-19 se adaptou, quebrou barreiras geográficas e agora oferece um circuito com doses generosas de ludicidade para os pequenos a partir de três anos através de aulas de vídeo.

“Logo que o isolamento social foi instalado e vimos que não poderíamos mais chegar às crianças presencialmente, buscamos soluções e conseguimos adaptar algumas atividades esportivas e de recreação que oferecemos”, explica Rubens Silva, professor de educação física e empreendedor.

E foi o que aconteceu com aulas como yoga, aliás a mais procurada na pandemia; a aula de jiu-jitsu que ficou pra lá de divertida já que o professor usa um urso de pelúcia como adversário e as crianças fazem o mesmo em suas casas; tem aula de circo em que os pequenos aprendem mabalabares e outros movimentos; alongamento, etc.

“Tudo acontece através de chamada de vídeo pelo whatsapp ou aplicativo de vídeo e onde a criança estiver. Inclusive, nossos facilitadores de movimento usam almofada, travesseiro, cadeira, o que a criança tiver no ambiente naquele momento como ferramentas para a aula”, conta Rubens.

A aula avulsa com 30 minutos de duração tem investimento de R$ 40 e pode acontecer com até duas crianças juntas ou a criança e a mamãe ou o papai. Também tem opções de pacotes com descontos progressivos. Para inscrever sua criança é só acessar o site www.criabrincardetreinar.com.br ou as redes sociais @cria.brincardetreinar.

Novo produto: sem poder realizar festas presenciais, as crianças também precisam se reinventar. Nada de ficar sem comemorar ou se divertir com os amigos mesmo que seja através da tela. A CRIA Brincar de Treinar desenvolveu a PlayDate. A criança escolhe os amigos, as brincadeiras que quer fazer, marca dia, horário, pega o link e todos participam de uma festa digital mediada por um facilitador da CRIA. Tem até evento com dancinha TikTok, a febre do momento entre os pequenos (e os adultos também rsrs).

História: com sede em São Paulo, a CRIA Brincar de Treinar nasceu da ideia de um pai de duas meninas que corria para encaixar na agenda as atividades esportivas extracurriculares das filhas. O tempo de deslocamento e o tempo de espera no local da aula, foram fatores determinantes para Rubens Silva, professor de educação física e empreendedor ter uma solução criativa que vem atendendo os pais. Levar atividades para a casa dos pequenos com o objetivo de desenvolver a capacidade física e motora da criança utilizando variadas práticas esportivas, sempre com muita leveza e momentos lúdicos.

“Iniciei o projeto há três anos realizando um circuito de atividades para crianças em suas casas. Otimizando o tempo dos pais e colocando-as em contato com diferentes modalidades de esporte e brincadeiras. Temos aulas de tênis, futebol, patins, skate, lutas, danças, circo entre várias outras”, explica ele. Todas elas são mescladas, ou seja, ao longo do período a criança vai vivenciando todas as práticas. O time de facilitadores de movimento é preparado para atender crianças a partir de três anos. As aulas presenciais acontecem somente em São Paulo.

 

Compartilhar: